Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Planejamento adota novo modelo de cadastramento de consignatárias

Notícias

Planejamento adota novo modelo de cadastramento de consignatárias

A Secretaria de Gestão Pública do Ministério do Planejamento (Segep/MP) lançou o novo sistema de cadastramento e recadastramento das entidades consignatárias que operam com descontos na folha de pagamentos do Poder Executivo Federal. As novas regras e procedimentos estão detalhados na Portaria nº 52, publicada em 17 de fevereiro, na Seção 1 do Diário Oficial da União.

Aberto à adesão de novas consignatárias, o novo modelo vai possibilitar mais agilidade, transparência e segurança, tanto para o governo, como para as instituições participantes e os servidores.

Além de ser totalmente automatizado, também terá processamento em módulo específico no novo Sistema de Gestão de Pessoas (Sigepe), que substitui gradativamente o Sistema Integrado de Administração de Recursos Humanos (Siape).

O novo módulo irá propiciar o acompanhamento de todas as fases pelas consignatárias, órgãos de controle e pelos técnicos e dirigentes da Segep/MP, em tempo real, possibilitando aferir a produtividade da equipe técnica que atuará na análise dos processos.


Certificação digital

Na nova configuração, as consignatárias precisam obrigatoriamente de certificado digital no padrão ICP-Brasil ITI e terão de comprovar que se trata de entidade regularmente constituída e com regularidade fiscal, dentre outras exigências.

A vigência dos convênios firmados com a Segep/MP deixa de ser anual e passa a ser de 60 meses, com validações de documentação anuais automáticas. O recadastramento no modelo anterior exigia, anualmente, a apresentação de todos os documentos.

Agora, com a vigência estendida do convênio, o sistema verificará a cada ano se os dados cadastrais da consignatária foram atualizados e se a taxa anual foi paga. Verificará, ainda, a regularidade fiscal da entidade (Previdência, Receita Federal e FGTS). Caso haja alguma pendência, a consignatária será comunicada e terá prazo para regularizar a pendência.
Com essas modificações, o prazo para tramitação e análise entre as áreas da Segep/MP, que levava até 30 dias para conclusão do processo de deferimento ou indeferimento da consignatária, será reduzido para um dia.

Fonte: Ouvidoria do Servidor (com adaptações)