Você está aqui: Página Inicial > Notícias > Cresce o uso do rascunho da DIRPF

Notícias

Cresce o uso do rascunho da DIRPF

A Receita Federal (RF) divulgou que 174,8 mil contribuintes baixaram a ferramenta desde que foi lançada, em 2014. Segundo dados do órgão, 69 mil contribuintes usaram o rascunho em 2015, em 2016 o número aumentou em 153%. Porém, o índice representa apenas 0,6% dos cerca de 28 milhões de declarações esperadas para este ano.

Além de preencher as informações gradualmente sobre a pessoa física, o software também evita que o contribuinte junte documentos durante o ano inteiro para usar apenas no período da declaração, ou seja, ele faz o registro no rascunho assim que estiver com o comprovante da compra ou do serviço. A página da Receita disponibiliza o download do programa que também está disponível para tablets e smartphones.

Na plataforma, o usuário declara doações e importa dados da declaração do ano anterior. Agora também é possível declarar os rendimentos discutidos na justiça, os rendimentos isentos de lucro na alienação de bens e os rendimentos recebidos de pessoas físicas, para tanto, basta informar o Cadastro de Pessoa Física (CPF) da fonte pagadora.

Em relação à DIRPF 2017, a RF pretende antecipar o lançamento do rascunho. A Subsecretaria de Arrecadação e Atendimento do órgão comunicou que o programa estará disponível após o fim do prazo de entrega da DIRPF 2016, no dia 1° de maio.